16/09/2011

Se....

Se tivesse que escolher um livro, qual seria?
Se tivesse que escolher uma musica, qual seria?

41 comentários:

Eloah disse...

Vim retribuir a visita e agradecer. Escolher impossível! Livros são tantos...adoro ler.Músicas clássicas são as preferidas.
Grandes voos amigo!Forte abraço Eloah

MARILENE disse...

Vou satisfazer sua curiosidade (rss). Gosto de biografias, quando bem escritas. "Chatô" (Fernando Morais), pois traz a grande influência, nem sempre louvável, desse homem, em todos os caminhos da sociedade; MARIA CALLAS - A mulher por trás do mito ( Arianna Stassinopoulos Huffington), pois nos possibilita conhecer um pouco da divina cantora lírica.
Em outro estilo: Os Catadores de Conchas, de Rosamunde Pilcher; todas as obras de Stephen King (rss).
A Poesia do Encontro (Elisa Lucinda e Rubem Alves), que não é obra de poesias, mas fala-se sobre o tema, com propriedade, em um encontro dos autores.
Como vê, não me prendo a nenhum deles e não tenho favoritismos.

Músicas : todas (rss)
METADE ( Oswaldo Montenegro), com letra belíssima;
OUTRA VEZ ( Izolda, gravada por Roberto Carlos).

Pronto, você pediu um/uma, mas é difícil. Livros e músicas estão ligados a momentos e sentimentos.

bjs

. disse...

Sou eu que agradeço Eloah. As clássicas ainda são uma aprendizagem, destaco Wolfgang… Forte abraço T

. disse...

Olá Marilene. Obrigado pela sua colaboração. É nisto, que reside a riqueza das pessoas. Confesso que não conheço alguns nomes, mas vou pesquisar. Também gosto muito de biografias, nomeadamente de músicos. Não conheço a obra de Fernando Morais, prometo ir ao encontro. MARIA CALLAS que dizer, não é? Possuidora de uma poderosíssima voz… fez recuar-me no tempo, meu pai, que quando era novo chegou a cantar ópera em Moçambique. Rosamunde Pilcher uí…(o fascínio das ilhas britânicas…) para ler em Setembro hehhee. Stephen King dispensa comentários… :) Elisa Lucinda e Rubem Alves são nomes para conhecer… pela pequena busca que fiz, este ultimo escreve sobre religião e educação, despertou-me a curiosidade. Adorei Oswaldo Montenegro!!!! Roberto Carlos que dizer… OBRIGADO por ter “deixado” um pouco de si…bjs

Desnuda disse...

Olá,


Hoje voltei com mais tempo e gostei ainda mais do que li no blog.

Sobre as ´perguntas achei impossível responder...Ficaria horas a escolher e mudaria a cada pretensa escolha hahahaha.

Beijos com carinho e bom fim de semana.

. disse...

Olá Desnuda, ainda bem. Não há impossíveis na nossa cabeça… fique à vontade, horas, dias…e por aí…hehhhee
Beijinhos com carinho e tenha excelente fds.

Danilo Toli disse...

Um de cada é pouco ;)

. disse...

Força! ;)

Simone butterfly disse...

bom dia, sou bastante eclética, gosto de música de boa qualidade e que tocam lá no fundo da alma.
livos, gosto de mistérios misturado com uma pitada de româmce, como os livros do Sidney sheldon, beijos e boa semana para ti.

. disse...

Aqui já e´boa tarde Simone… Dentro do género também sou bastante eclético, embora tenha aberto o leque ultimamente. Também estamos de acordo em relação à musica e aos livros, que toquem lá no “fundo” da alma.
Mistério e romance que dupla……pois, Sidney Sheldon, o romancista da: “A face nua” que gostava de escrever sobre mulheres que são admiráveis, que mais dizer…beijos e uma óptima semana para ti.

Filoxera disse...

Olá.
Vim ter a este blogue seguindo um comentário deixado no meu e fiquei surpreendida com o link para "Um toque de canela", aqui como "O tempero da vida", por ter ainda há pouco tempo publicado um post sobre este filme.
Não consigo resumir as minhas escolhas a UM livro ou UM filme. Felizmente a vida não é tão reducionista...
Até breve.

. disse...

Olá Filoxera. Estamos todos ligados…:) Um filme maravilhoso! Tem razão, a vida não é tão reducionista. Deixo-a completamente à vontade para citar alguns…Até breve.

Malu disse...

A linguagem da MÚSICA... O entrelaçar das notas que nos tocam de maneira intensa e ímpar...
Que bom passar por aqui.
Abraços

. disse...

Malu, as coisas mais leves são as únicas que o vento não consegue levar……Um abraço

Nacida en África disse...

Aquellas canciones que el tiempo es incapaz de hacer desaparecer.

Brisas e beijos.

Malena Desde Barcelona (España)

. disse...

Um brinde pelo calor da mesma terra, que nos afogueia a alma.
Beijos

António, Lisboa, (PT)

Juju Porcino Loureiro disse...

UM LIVRO QUE PRENDE MINHA ATENÇÃO... SÃO MUITOS!
MÚSICA??? DEPENDE DO MEU ESTADO DE ESPÍRITO!!!
OBRIGADA PELA SUA VISITA NO MEU BLOG. VOLTE SEMPRE, VIU???
BOM DOMINGO E FIQUE COM DEUS!!!

Juju Porcino Loureiro disse...

LIVRO... QUE PRENDE MINHA ATENÇÃO...
ESCOLHER UMA MÚSICA... DEPENDE DO MEU ESTADO DE ESPÍRITO...
OBRIGADA PELA SUA VISITA NO MEU BLOG.
VOLTE MAIS VEZES, VIU???
BOM DOMINGO E BOA SEMANA!!!

. disse...

2 em 1 Juju... Ainda bem! Bom restinho de domingo…e boa semana!!!

MARILENE disse...

Seu pai era tenor, quando cantava? Têm uma voz poderosa. Elisa Lucinda, além de poetisa, é uma atriz de sucesso. Rubem Alves, uma escritor muito querido.
Você postou imagem belíssima. Tenho atração por fotos em preto e branco e nela, o ônibus se destaca, sutilmente.
Bjs.

MARILENE disse...

Leia BONDE (rss). Foi uma distração. Nunca andei de bonde, nem de ônibus elétrico, mas eles sempre passam a imagem de um passeio (sei que não é assim).
Bjs.

ana costa disse...

Difícil essa pergunta! Eu adoro ler!!! tem alturas que não tenho nenhum livro comigo e vou ler propaganda de supermercado!!!!
Mas se tiver mesmo que escolher então eu quero um livro sobre vampiros!!!
A música depende do lugar onde estou, e do estado de alma em que me encontro.
Beijo e boa semana

. disse...

Olá Marilene.Sim ele tinha uma voz muito forte, mesmo quando não cantava. Na altura isso não me agradava. Só com a idade é que fui compreendendo… Vou ver se consigo arranjar algo para lhe mostrar ;) Talvez consiga encontrar alguma literatura dos nomes que referiu aqui em Portugal… fotos a preto e branco são as mais poderosas, esta é uma delas. O 28 não é um eléctrico, mas sim, um ícone da cidade, atravessa Lisboa desde Campo de Ourique até ao Martim Moniz, passando por imensas igrejas (parte antiga…) uma delicia…por um euro e tal…um beijinho. http://www.carris.pt/pt/electrico/28E/descendente/

. disse...

Tem que experimentar! Um must! Alguns são. Logo que possa tiro uma foto aos amarelinhos, heheheeh Bjs.

. disse...

Tem toda a razão Ana Costa, até devia ter desdobrado este post em dois… “c'est la Vie”. Ana, vou contar-lhe um segrego: quando chego ao hiper, a primeira coisa a fazer é ir à banca das revistas de viagens, até me esqueço das compras…eu sabia que a Ana gostava de vampiros… foi a lua que a trouxe…hehehh.um beijinho e boa semana.

Luar disse...

Bem que gostaria, mas não consigo escolher.
A música depende muito do meu estado de espírito.
Os livros ainda mais complicado, os livros são a minha grande paixão, e das coisas que não controlo na hora de gastar dinheiro.
Poucos livros escolho, são eles que me escolhem a mim.

Beijinhos e obrigada pelos comentários.

. disse...

Eu sei que não é fácil escolher um…e é bom saber que existem pessoas que adoram livros e musica. Quando vamos às livrarias queremos ler e ser "lidos"…os livros estão à nossa espera!
Ora essa, Luar, é sempre um prazer! Beijinhos.

Sonhadora disse...

É difícil escolher, adoro ler e adoro José Luís Peixoto...Cal e Cemitério de Pianos, entre tantos.
Música: Conforme a altura e a disposição.

Deixo um beijinho
Sonhadora

. disse...

Ora aqui está uma excelente escolha, Sonhadora. Um beijinho.

Vera Lúcia disse...

Olá,
Sou amante de música. Elas alimentam meu espírito. Cada uma delas tem seu momento.
Quanto aos livros, prefiro romances
cujo enredo seja misterioso e envolvente.Tenho um gosto especial por livros espíritas.
Na literatura em geral, há vários autores que me fascinam. Estou sempre comprando e doando livros, para que mais pessoas possam se beneficiar da leitura.
Grande abraço.

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde.Vim retribuir a sua visita no meu cantinho, e agradecer pelo seu comentário.
A sua pergunta é complicada, pois eu gosto de livro que prenda a minha atenção.
Gosto de Vinícius de Moraes, Machado de Assis, Forbela Espanca e outros.
Música que me prende, são as que tem conteúdo.Eu amo uma boa MPB.Amo Djavan, Caetano Veloso, Jorge Vercilo, Chico Buarque, Isabela Taviani.A lista é imensa!
A música tem de tocar o meu coração!
Um beijo, e fique com Deus!

. disse...

Olá Vera. Totalmente de acordo. As musicas nutrem-nos e revigoram-nos o espírito…Referente aos livros, tem bom gosto. Em matéria de livros esotéricos, li quase tudo do Rampa e não dispenso o Pessoa. Deixe-me dizer-lhe que acabou o seu comentário com chave de ouro: se pensarmos bem no tempo em que cada livro não é aberto…alguns morrem na prateleira, porque não oferecê-lo a alguém. Uma forma de dar vida aos outros! Excepto os que têm valor sentimental, certo?Grande abraço.

. disse...

Foi um prazer Patrícia. Eu gosto de coisas complicadas…tou a brincar, claro. Vou ter que lhe pedir desculpa por nunca li nada de Machado de Assis, isto deve ser um escândalo…mas é a verdade. Quanto à Florbela Espanca, não há nada a dizer… quanto à musica tenho que ir ver quem é Jorge Vercilo e Isabela Taviani…tssssss uma vergonha…Um beijo, vou tentar!

Everson Russo disse...

Sempre bons livros e boa musica...uma bela noite pra ti,,,obrigado pela visita,,,volte sempre.

. disse...

Obrigado Everson, um prazer tê-lo cá! Voltarei…

Everson Russo disse...

Perfeito meu amigo, me perdoa o equivoco,,,não mais ocorrerá...abraços fraternos de um belo dia pra ti..poesia sempre.

. disse...

Grande Everson…poesia sempre! Forte abraço!

Daniel Costa disse...

O tratamento pelo nome agrada sempre.
Respostas, sei lá? Sou tão imprevisivel nessas escolhas!
Um abraço

. disse...

Daniel foi a resposta mais original: “Respostas, sei lá?.......Um abraço

Malu disse...

Apesar de serem tantos livros e músicas maravilhosas deixo aqui minha escolha pelo LIVRO DO DESASSOSSEGO e as composições de Rachmaninoff - principalmente o Tema de Paganini e todas as suas variações.
Abraços

. disse...

Malu "Nós nunca nos realizamos. Somos dois abismos - um poço fitando o céu." Adorava passar parte do tempo a estudar a obra…Uma excelente escolha, Rachmaninoff. O estilo romântico na clássica. Esta vou deixar para a noite com os headphones…Um abraço.