17/10/2011

Touch

me in the morning

at night

Tell me who i am

Move a little closer

I'll feel the music

I'll feel…………

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------Com o olhar invento sentidos. Com o pensamento abro a percepção e desenho representações que me tocam num determinado ponto singular da sensibilidade. No fundo, sou parte de uma essência. Aprendo gestos que esboçam a verdade. Aspectos que não estão uniformizados. Descrevo o que acontece em cada momento. No corpo ou no espaço. Localizo nos diferentes lugares. Mudo progressivamente de posição. Preparo o pronto como forma de enfatização. Sigo atentamente os movimentos mantendo o olhar.


36 comentários:

Everson Russo disse...

Bons sentimentos meu amigo...abraços de boa semana pra ti.

MARILENE disse...

O que a música nos faz sentir está, realmente, nas reticências.
"Toque-me" pode estar no pedido do instrumento ou na voz do ser que anseia por carinho.

Bjs.

MARILENE disse...

Completo seu primeiro texto com a palavra ESPERANÇA.
Da música, destaco um verso encantador:
"Tão certo como Deus fez o vinho, você não pode envolver seus braços em volta de uma memória". Verdade indiscutível!

Bjs.

Luar disse...

O toque arrepiante do som.
O sentir no coração!

Beijos

. disse...

Brigado amigo poeta! Um abraço e bom inicio de semana… António

. disse...

Marilene a música é a minha segunda paixão. Renasço em cada momento, em cada nota.
O toque deixo à sua sensibilidade…
Da esperança, mesmo envolta em névoa acredito sempre. Da memória, o tal alimento perdido da prece, que a luz do passado não permite a beleza… somente a memória do presente, a tal imprevisibilidade que faz o momento… o tal silêncio indecifrável da música onde o presente já é memoria. Bjs António

. disse...

Sim Luar, o toque arrepiante do silêncio ou apenas um simples bater de coração… Beijos António

RoB Dangal TV disse...

Ola!!!
Siente, sólo siente la música, ella te dirá quien eres... ;-)


RoB

. disse...

Ola!!! RoB Dangal TV
La pura verdad!!!! Gracias por tu comentario abrazos Antonio

Vera Lúcia disse...

Olá Antônio,
Ao ver a imagem tive curiosidade de saber se você toca o instrumento ou somente é apaixonado pela música.
Música revela sensibilidade.
Sendo ela a sua segunda paixão, qual seria a primeira? (Brincadeirinha... não precisa responder...curiosidade
mata...(rsrsrs).

Quero agradecer-lhe pelo rico comentário que deixou em minha postagem hoje. Por isso deixo-lhe
um beijo carinhoso.

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços.

MARILENE disse...

O filme que postou é um encanto, nas paisagens e na música. Nem precisa inventar sentidos, os seus já são bem desenvolvidos.
Bjs.

. disse...

Olá Vera. Confesso que não sei tocar violino. Sou apenas um apaixonado, gosto de namorar a vida. Em tempos cheguei a tocar guitarra, algo que ainda permanece residente. Mudando, não é segredo, basta olhar para o lado direito… É um prazer. Acontece que me fascinam estes paradigmas…Um beijo carinhoso para si António

. disse...

Bela noite para ti amigo…abraços António

. disse...

Brigada Marilene. Este duo toca um estilo calmo que me agrada. Na verdade preciso. Tornamo-nos o que somos no contexto. Subtraindo a rigor, ou seja, pouco……Bjs António

Vera Lúcia disse...

Oi Antônio,
Neste momento estou me sentindo tão cansada e ao ouvir o vídeo fechei os olhos e mergulhei na melodia.
Que encanto! Um verdadeiro momento de relax.
Obrigada por me haver proporcionado
este doce momento.
Bjs.

MARILENE disse...

Que delícia ouvir essa melodia! Não entendo a letra, mas o som é tão lindo que nem o gélido e solitário banco de ferro que postou me trouxe melancolia.
Bjs.

Everson Russo disse...

Um belo dia de muita paz e muitos versos pra ti meu amigo...abraços.

*Simone Poesias* disse...

Bonita melodia!
Um grande abraço amigo!!

Bjinhoss XD

AnaMar (pseudónimo) disse...

emocionante. ouço. uma e outra vez...
bjº

gaviota disse...

tocar acariciar todo en un mismo sentido y sentimiento besitos de gaviota en vuelo.

. disse...

Mergulhe Vera! Esta voz intimista deixa-me nas nuvens… Sou eu que agradeço! Bjs António

. disse...

Aqui vai Marilene:

I set out one night
When the tide was low
There were signs in the sky
But I did not know
I'd be caught in the grip
Of the undertow
Ditched on a beach
Where the sea hates to go
With a child in my arms
And a chill in my soul
And my heart the shape
Of a begging bowl

Reparou na “matreira” voz do Cohen?
Bjs António

. disse...

Bela noite amigo poeta! Abraços António

. disse...

Sem dúvida *Simone Poesias*! Grande abraço amigo!! Bjinhoss XD António

. disse...

AnaMar até partir a fita…um beijinho muito grande António

. disse...

Gracias por su comentario gaviota! Besitos Antonio

Sonhadora disse...

António

A vida é feita de pequenos momentos que podemos tornar eternos, conforme a intensidade com que os sentimos...e a música é um desses momentos que nos toca e nos envolve e que por vezes nos trás recordações de instantes que perduram no nosso EU mais profundo.
Calo-me...e vou envolta nesta aura de instantes perfeitos.

Beijinho
Sonhadora

. disse...

Sonhadora
Abraço as tuas palavras…
Um beijinho António

Vera Lúcia disse...

Olá Antônio,
O som do contra baixo é verdadeiramente eletrizante. Seu gosto pela música é bem refinado.
Tenha uma boa-noite.
Bjs.

Everson Russo disse...

Um grande abraço de bom dia pra ti meu amigo, paz e poesia sempre...

. disse...

Vera: super electrizante… Uma excelente noite para si! Bjs António

. disse...

Always my friend Everson… Abração António

Sonhadora disse...

Passando nesta madrugada chuvosa, para deixar um olá.

Sonhadora

. disse...

Apesar de não ver o clarão das estrelas, a lua, o vento traz-me o aconchego das palavras… Brigada Sonhadora
Beijo António

. disse...

Sonhadora n consigo entrar no http://rosasolidao.blogspot.com/ Dá-me aquele aviso que existe um problema no blogue minhapaginadepoesias.blogspot.com…